Alemanha | Frankfurt, porta de entrada para a Europa

Alemanha não estava nos nossos planos, mas a passagem mais barata e a possibilidade de encontrar a prima do Diego que mora por lá fez com que nosso primeiro destino na Europa fosse Frankfurt. Não tínhamos criado nenhuma expectativa e acho que por isso a Alemanha nos surpreendeu.

Quando compramos as passagens para Frankfurt não quisemos ignorar por completo o país (já que nosso destino era Paris ) então resolvemos incluir um passeio a Heidelberg e a Karlsruhe onde a prima do Diego morava. Como ela teve que se mudar dias antes da nossa chegada Karlsruhe foi substituída por Frankfurt já que ali seria nosso QG.

Frankfurt não é a cidade mais empolgante que eu já visitei, mas os dias passados por ali não foram perdidos. Não nos hospedamos no centro, ficamos na verdade na cidade de Kelsterbach que fica ao lado do Aeroporto. Por isso para chegar até o agito primeiro pegávamos o transfer do hotel até o Aeroporto e de lá um trem até Frankfurt. A primeira surpresa da Alemanha foi justamente no trem. Você compra o seu bilhete mas não há catracas. Você simplesmente espera pelo trem e embarca, sem ninguém pedir o seu bilhete. Achei isso super civilizado. É claro que nem todo mundo compra o ticket e por isso as vezes um fiscal passa conferindo se você está com o seu. Nós vimos um casal que estava burlando o sistema e além de pagar uma multa eles tiveram que descer na próxima estação. Mas tenho certeza que eram exceções.Torre Eschenheimer

Nas minhas pesquisas por pontos turísticos acabei selecionando apenas 3 principais: a Torre Eschenheimer, a praça Rommerberg e a Borse. A torre tem estilo medieval, possui 47 metros de altura e fazia parte das muralhas que cercavam a cidade. O monumento foi um dos poucos que resistiu a Guerra. Ali por perto fica a Borse, ou bolsa de valores de Frankfurt, nada de muito especial mas como cursei economia não podia deixar de dar uma espiada. Na frente do edifício há estátuas do touro (que indica alta na bolsa) e do urso (que indica queda na bolsa). Você achava que o touro de Wall Street tava lá só pra você fazer carinho nas partes íntimas dele e ter sorte nas finanças??? Sinto lhe desapontar mas não é só por isso não.Europa 2012 009

Touro da Bolsa de Frankfurt
O touro de Wall Street é mais bonitinho
Detalhe de um prédio bancário em Frankfurt
Olha a quantidade de detalhes desta fachada

A praça de Rommerberg foi o que mais me chamou a atenção. Ali a ficha caiu. Olhando a arquitetura daqueles prédios tive certeza que estava na Alemanha. Dá uma olhada na foto aqui embaixo pra entender o que eu to falando.

No centro da praça de Rommerberg
Praça mais famosa e charmosa da cidade

Não tivemos muito tempo para curtir Frankfurt (nem acho que seja necessário muito tempo) mas pudemos perceber que o antigo e o moderno se misturam. Prédios de milhares de anos (que sobreviveram a guerra) ao lado de enormes arranha-céus, o que rendeu ao local o apelido de Mainhattan. Esse apelido se deve a uma comparação com Manhattan usando o nome do rio que corta a cidade, rio Main.

Ah! Pra quem quiser fazer compras pela cidade tem que conhecer a rua Zeil. Esta rua está repleta de lojas de marca e também é o endereço do moderníssimo shopping My Zeil. Nós apenas passeamos por ela já que comprar em euros não faz muito nosso estilo.

Rua famosa pelas lojas
Shopping My Zeil pra quem quer gastar alguns euros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *