O que fazer em Soweto em 1 dia

Se você chegou até aqui pensando na banda Soweto sinto te decepcionar mas esse não é o foco. Nesse post vou mostrar o que fazer em Soweto, o “bairro” mais importante de Joanesburgo, na África do Sul. Se você quiser conhecer um pouco mais da história do lugar e saber porque visitá-lo dá uma olhada nesse post aqui Porque visitar Soweto? que eu te explico toda a importância histórica de lá.

Para aqueles que já estão situados no mapa e sabem onde queremos chegar, vamos ao objetivo desse post.

O que visitar em Soweto?

Placa de Welcome to Soweto

Sabe aquela placa de Las Vegas que todo mundo quer tirar foto na frente? A placa de Soweto não é tão glamourosa, mas muitos turistas param para tirar fotos aqui também. A avenida de entrada do bairro é todo decorada com vuvuzelas, lembram delas? Aquelas cornetas que faziam um barulho absurdo nos jogos de futebol. Uma das heranças da copa de 2010. Nós estávamos com um guia e ele ficou espantado quando falamos que no Brasil quase todos lembram o nome da bola da Copa da África do Sul. Alguém aí esqueceu o Cid Moreira falando Jabulaaaaaani??

Eu e Diego posando em frente a placa escrito Welcome to soweto com vuvuzelas no canteiro da rua.
Placa menos glamourosa que a de Las Vegas mas merece uma foto. Acharam as vuvuzelas?

Os “bairros” dentro do BAIRRO

Ao visitar Soweto você vai perceber que o bairro que era predominantemente pobre durante o apartheid hoje tem uma mescla de muitas classes sociais. Embora ainda existem “casas” que mal se sustentam em pé, feitas de latão, existem também pequenas mansões. Muitas pessoas que conseguiram ganhar dinheiro depois do fim do regime, não quiseram sair do bairro e construíram suas casas luxuosas ali mesmo. Também existe a classe média de Soweto, com casa simples de material. O chamado men’s hostel, que era a moradia dos trabalhadores das minas ainda pode ser visto por lá.

Case de classe média de Soweto, apartamentos tipo cohab e casas de latão.
Do luxo ao lixo. Exemplo da classe médio de Soweto até chegar na miséria das tin houses.

Vilakazi Street

Esse é o único lugar do mundo, pelo menos que eu saiba, onde moraram dois ganhadores do prêmio Nobel da Paz. O primeiro deles é o arcebispo Desmond Tutu, que foi Nobel da Paz em 1984. Ele liderou diversos protestos contra o governo sul-africano e a favor da igualdade racial. O segundo é ninguém menos que Nelson Mandela, ou Madiba, como é mais conhecido na África do Sul. Depois de passar 27 anos na cadeia ele foi libertado e ganhou o prêmio Nobel da Paz em 1993, junto com o presidente sul-africano de Klerk, pelos esforços pelo fim do apartheid. Um ano depois, em 1994 ele foi eleito presidente da África do Sul. Mesmo depois de toda a injustiça Mandela não quis vingança, sua intenção foi que brancos e negros pudessem conviver de forma pacífica e sem qualquer tipo de discriminação.

Se quiser saber um pouco mais sobre o apartheid e Mandela dá uma olhada nesse post aqui:
Robben Island, a prisão onde Nelson Mandela ficou 

Placa na frente da casa de Desmond Tutu
Não se pode ver muita coisa da casa de Desmond Tutu, mas a placa indica que ele ainda mora por ali quando está em Soweto.

Casa de Nelson Mandela

Já que estamos falando no Madiba, você poderá visitar a casa onde ele morou com a esposa Winnie. O local hoje é um museu. Os móveis são simples e o que mais chama a atenção são as cópias de cartas que Mandela escrevia para os familiares quando estava na prisão. Ele mantinha uma cópia de todas elas em um caderno para que pudesse relê-las quando desejasse. Não há nada de muito espetacular para ver por ali, além de toda a história em si. O fato mais curioso da casa é que o cordão umbilical dos filhos de Mandela está enterrado aos pés de uma árvore no quintal, é a árvore da família.

Entrada da casa de Mandela que é toda revestida por tijolos avermelhados.
Essa é a primeira visão que você tem ao chegar na Casa de Mandela. Todos os tours são guiados.
Cama de solteiro na casa de mandela. O quarto tem quadros na parede com fotos.
Uma reprodução do quarto na casa de Mandela.

Escultura do Levante de Soweto

O dia 16 de junho de 1976 ficou marcado na história da África do Sul como o Levante de Soweto. Estudantes de diversas escolas saíram as ruas contra o sistema de ensino precário e contra a imposição do Afrikaans como língua oficial. O protesto acabou em tragédia. A importância desse dia é  tamanha que para que seja sempre lembrado foi erguida uma escultura em barras de aço nas esquinas das ruas Vilakazi e Moema, bem ao lado da escola secundária de Orlando. A escultura mostra os estudantes com seus cartazes enfrentando policiais e seus cães. Foi exatamente nesse local que o líder do protesto estudantil Tsietsi Mashinini, subiu em um trator e disse: “Irmãos e irmãs, eu lhes peço – fiquem calmos. Acabamos de saber que a polícia está vindo. Não os provoquem, não façam nada contra eles. Fiquem calmos. Nós não estamos lutando”. O enfrentamento pacífico não adiantou, o saldo foi de mais de 500 estudantes mortos.

Escultura em arame onde se vê um policial com seu cachorro enfrentando os estudantes com seus cartazes.
Escultura em homenagem ao dia que ficou conhecido como Levante de Soweto

Memorial Hector Pieterson

Um dos estudantes mortos no Levante de Soweto foi Hector Pieterson, um menino de apenas 13 anos. Segundo dizem, ele estava no protesto apenas procurando sua irmã mais velha, mas foi baleado pelos policiais. A foto de um homem carregando Pieterson ferido ficou mundialmente famosa. Além do memorial em homenagem a Hector e aos outros estudantes que lutaram pela liberdade, paz e democracia há também um museu com relatos de pessoas que viveram aquele dia.

Memorial com parede de pedras, um espelho d'água e a foto de Hector Pieterson sendo carregado.
Memorial em homenagem ao estudante de 13 anos, Hector Pieterson, que foi morte no Levante de Soweto.
Hector sendo carregado por um homem com uma garota ao lado com expressão de horror no rosto.
Foto chocante que rodou o mundo mostrando a tristeza da morte do estudante Hector Pieterson.

Walter Sisulu Square of Dedication- Freedom Square

A Freedom Square, que também leva o nome de Walter Sisulu Square of Dedication, fica no local onde em 1955 foi assinada a Freedom Charter (Carta da Liberdade). Walter Sisulu foi um membro do Congresso Nacional Africano e lutou, junto com Mandela, contra o apartheid. Ele estava presente em 1955 quando a Carta da Liberdade foi aprovada pelo Congresso do Povo. A íntegra da carta pode ser lida lá mesmo, na praça. Esse local é todo decorado com a letra X que é um dos símbolos da liberdade na África do Sul. Foi com um X que os sul africanos elegeram Nelson Mandela presidente, na primeira votação em que participaram.

Fotos da praça da liberdade onde a letra x está presente em muitos elementos arquitetônicos. A praça tem poucas árvores, algumas esculturas e a reprodução da carta de liberdade.
Detalhes da Praça da Liberdade. O X tem presença marcante aqui

Kliptown e o projeto The Shalk

Kliptown é um dos locais mais antigos de Soweto e infelizmente um dos mais pobres. Nós tivemos a oportunidade de andar por suas ruas junto com a Namhla, que comanda um projeto social chamado The Shalk.  Além de conhecer um pouco do local onde eles vivem nós passamos algumas horas conversando com as crianças do projeto e foi uma tarde incrível. Se você quiser saber mais sobre como é conhecer Kliptown e visitar o projeto não deixe de ler esse post aqui: Projeto Social na África do Sul – The Shalk

Essas são as crianças do Projeto Social The Shalck em Kliptown. Vale a pena conhecer

Orlando Towers

Pra finalizar bem esse post sobre o que fazer em Soweto vamos falar sobre as Orlando Towers. Gosta de adrenalina? Então esse vai ser o lugar certo pra você. Não gosta? Não tem problema, você pode visitar mesmo assim e conferir os incríveis grafites feitos nas torres. Antigamente as torres faziam parte de uma usina elétrica a carvão. Hoje elas são um ponto turístico bem visitado de Soweto pois é lá que você pode pular de bungee jump ou experimentar uma queda livre de 70 metros. Se não quiser fazer nada disso pode tentar o paintball ou só ficar vendo os malucos se jogarem lá de cima. As torres são grafitadas com figuras relacionadas ao cotidiano de Soweto e estão sempre mudando.

Diego e Bruna na frente das Orlando Towers que estão pintadas com cenas do cotidiano de Soweto.
Essas torres aí são mais conhecidas como Orlando Towers. Elas faziam parte de uma usina de energia e hoje abrigam alguns esportes radicais.
Do lado esquerdo foto de uma pessoa pulando de bungge jump e do lado direito a parte interna da torre onde é feita a queda livre.
Bungee Jump e Queda Livre nas torres de Orlando.

Gosta de Bungee Jump? Dá uma olhada nesse post aqui que eu te conto como é saltar do maior bungee jump de ponte do mundo:  Bloukrans Bridge e o salto do maior Bungy Jump de ponte do mundo

Informações Práticas

Quem faz o tour por Soweto?

NK Tours – nós contratamos um tour privado por Soweto com o Nkululeko Shelembe, mais conhecido como Nkuli. Ele é extremamente profissional e sabe muito da história de Soweto, pois cresceu em Kliptown. O projeto The Shalk foi criado por ele, então é muito legal ver como ele está ajudando a comunidade de cresceu. Os preços dos tours devem ser acertados diretamente com ele, através do facebook, e-mail ou pelo telefone.
Nkuli Tours – +27 (82)4842711
www.facebook.com/nkulitour
nshelembe@gmail.com

Soweto Backpackers – Soweto Backpackers é um hostel que promove visitas a Soweto de várias formas, a pé, de bicicletas e de tuk tuk. Os passeios podem ser em grupos ou individualmente. Para conferir os valores e maiores informações e só acessar o site Soweto Backpackers.

City Sightseeing – você pode combinar uma visita a Joanesburgo e Soweto em ônibus de turismo. A tarifa é de R 470 para adultos e R 260 para criança. Maiores informações podem ser consultado no site City Sightseeing.

Sabia que o Viajantes por Opção é parceiro da Booking e da Rent Cars?
Alugando seu carro ou reservando seu hotel pelos nossos links você não paga nada a mais por isso e ainda nos ajuda a manter o blog.
Reserve seu hotel em Joanesburgo clicando aqui.
Alugue seu carro com a RentCars clicando aqui. 

Gostou desse post? Ajude a divulgar dando um Pin nele no Pinterest

Está sem saber o que fazer em Soweto? Aqui a gente te dá 09 dicas de lugares para visitar.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *