O que fazer no Rio Grande do Norte? Viagens Imaginárias 23

Hoje é dia de dar dicas do que fazer no Rio Grande do Norte por aqui e quem já leu alguns dos posts anteriores do nordeste sabe que nem só de praia a gente vive né?

Eu curto mesmo uma praia mas como eu já falei antes é muito fácil encontrar informação sobre as belas praias do nosso Brasil por aí, então eu sempre tento desviar um pouco o foco para lugares que talvez você ainda não conheça.

E se é sua primeira vez por aqui saiba que esse post faz parte da série Viagens Imaginárias. Com essa pandemia interminável a gente selecionou lugares para conhecer virtualmente, por enquanto. E você já pode selecionar algum deles pra colocar na sua Lista de Viagens pelo Brasil.

Tem mais alguns posts das Viagens Imaginárias por aqui:
+ O que fazer na Paraíba?
+ O que fazer no Mato Grosso do Sul?

O que fazer em Natal?

Forte dos Reis Magos

Se é Natal tem que ter Reis Magos né? E tem. O Forte dos Reis Magos é o marco da fundação da cidade. Construído no século XVI para conter a ameaça francesa que traficava nosso pau brasil, o Forte foi importante na defesa do território.

Apesar disso não foi suficiente para resistir a invasão holandesa que aconteceu em 1633. Os holandeses abusados ficaram por aqui por 21 anos e ainda mudaram o nome do Forte para Castelo Keulen.

O que fazer em Natal
Foto de @jbretzphotos

Depois que eles foram expulsos o Forte voltou a ser dos Reis Magos, justo né? Hoje ele é um dos principais pontos turísticos da cidade de Natal. Já foi residência de capitães e prisão de muitos, e você pode ver as celas e cômodos no seu interior.

Lá também existem objetos de época, como armas, e também o Marco dos Touros. O primeiro erguido pelos nossos colonizadores portugueses aqui no Brasil.

SIGA: Instagram | Facebook | Pinterest | You Tube

Museu Câmara Cascudo

O Museu Câmara Cascudo é o maior museu do estado do Rio Grande do Norte e é mantido pela Universidade Federal. Seu nome é uma homenagem a um professor que trabalhou na Universidade e se você, assim como eu, achou o nome um pouco esquisito, saiba que o primeiro nome dele era Luis.

O Museu suporta as pesquisas científicas do estado e também é aberto ao público em geral. Muitas peças do acervo vieram dos mais de 1500 sítios arqueológicos que existem no Rio Grande do Norte, mas ele não se restringe apenas a isso.

O que fazer em Natal
Foto de @lais.tr

Além de ser um museu de ciências naturais, o Câmara Cascudo também tem exposições que retratam a cultura e história do estado.

Algumas das exposições que já passaram por lá foram: Anatomia Comparada, que trouxe esqueletos verdadeiros de diversos animais; Engenho – Tradição do Açúcar; obras do escultor regional Xico Santeiro e também a réplica da caverna Olho D’água da Escada, onde foram encontrados fósseis pré-históricos.


As próximas dicas do que fazer em Natal não ficam exatamente na cidade de Natal, mas na sua região metropolitana.

Como as cidades são muito próximas e é possível chegar lá em meia hora ou menos eu resolvi considerar como atrações que fazem parte de Natal.

Dunas de Genipabu

As Dunas de Genipabu são um clássico né? Apesar de ficar em Extremoz, a 20 quilômetros do centro de Natal, elas são um dos cartões postais mais conhecidos da cidade.

Genipabu, ou Jenipabu, vem da língua tupi e significa Rio de Jenipapos. Eu não sei se tem Jenipapo por lá – até porque nunca vi um – mas areia tem, e de monte.

Saindo de Natal você pode chegar até as dunas de carro ou de buggy, mas pra desbravar as dunas o buggy é essencial. É ele que vai te levar pra diversos lugares e principalmente fazer os passeios nas dunas móveis, onde surge a famosa pergunta: Com emoção ou Sem emoção? O que você escolheria?

Viajar sem Seguro Viagem é furada!! Cote o seu aqui com a Seguros Promo. Com o código POROPCAO5 você tem 5% de desconto.

O que fazer em Natal
Foto de @rosilene_borba

Além das dunas em Genipabu também é possível combinar o passeio com algumas lagoas como a lagoa de Genipabu, a de Pitangui e a de Jacumã. A lagoa de Jacumã é famosa por ter uma tirolesa, que lá é chamada de aerobunda, um esquibunda e também o Kamikaze, onde você deita em uma prancha e escorrega por uma lona até cair na água. Eu iria em todos eles!!

Cajueiro de Pirangi

Quem lembra do Tom do Cajueiro do programa Brasil Legal de 1995 denuncia a idade. Em 1995 esse menino com 11 anos na época ficou famoso por apresentar o Cajueiro do Pirangi para a apresentadora Regina Casé.

O Cajueiro do Pirangi é o maior cajueiro do mundo, mas esse título está em disputa com outra árvore gigante que fica no Piauí. O Cajueiro potiguar tem 8.500 m² e produz de 70 a 80 mil cajus por ano.

Dizem que o cajueiro foi plantado por um pescador no ano de 1888 e devido a uma anomalia os galhos cresceram para os lados e quando tocaram no chão criaram novas raízes e foram se expandindo.

O que fazer em Natal
Foto de @ju_andrade__

Alguns acham que o cajueiro deve ser podado, para não atrapalhar o trânsito na Rota do Sol, mas outros discordam. Acham que a poda pode inibir o crescimento ou até matar a árvore.

Mesmo polêmico o cajueiro é uma grande atração turística e lá você pode conhecer um pouco da sua história, aproveitando a bela sombra que ele faz, ou apreciar toda a sua magnitude de cima de um mirante.

Alugue um carro com a RentCars e aproveite as melhores condições.

Centro de Lançamento Barreira do Inferno

O Centro de Lançamento Barreira do Inferno fica na cidade de Parnamirim, a mesma do Cajueiro do Pirangi.

Essa é uma unidade de lançamento de foguetes da Força Aérea Brasileira criada em 1965. O nome é curioso e chama a atenção, mas não precisa ficar com medo. Esse nome foi dado a região por pescadores da praia de Ponta Negra. Quando eles voltavam do mar, ao entardecer, as falésias tinham cor avermelhada, que se assemelhava ao fogo. Por isso Barreira do Inferno.

O que fazer em Natal
Foto de @maxferreirabrasil

Já foram feitos diversos lançamentos dessa base, mas hoje em dia ocorrem lançamento de foguetes de pequeno porte devido a proximidade com os centros urbanos. Esse pequenos foguetes auxiliam em pesquisas da aeronáutica.

O Centro de Lançamento Barreira do Inferno também é local de preservação ambiental e abriga diversas tartarugas do Projeto Tamar. A visita deve ser agendada com antecedência e lá você conhecerá uma pouco mais da história desse centro e poderá ver de pertinho réplicas de foguete e também peças que realmente foram mandadas ao espaço.

O que fazer no Rio Grande do Norte? Maracajaú

Eu sei que o Rio Grande do Norte tem várias praias lindas para você visitar, mas escolhi apenas um exemplar dessa beleza toda porque informação sobre as praias você vai achar de monte.

Mas eu não podia simplesmente ignorar a água transparente, os coqueiros e o visual de cair o queixo então eu escolhi Maracajaú como representante litorânea.

Ela fica a apenas 51 quilômetros de Natal e se você tiver disposição pode visitar em um bate e volta no mesmo dia.

O que fazer no Rio Grande do Norte
Foto de @rosilene_borba

A principal atração de lá é conhecer os Parrachos de Maracajaú. Você chega até lá de lancha ou catamarã e tem a disposição uma plataforma flutuante de 2 andares para ter uma vista panorâmica do que vai encontrar debaixo d’água.

O passeio é feito na maré baixa, então é preciso ficar atento a tábua de marés. Pra aproveitar você pode fazer um mergulho com cilindro ou com snorkel e observar os corais e os peixes que não tem medo de enfrentar os turistas.

Além dos parrachos há também passeios de buggy e de quadriciclo, que passam por dunas e falésias. Também existe na região um parque aquático, o Manoa.

O que fazer no Rio Grande do Norte?Geoparque do Seridó

Seridó é uma região que fica no Semiárido Nordestino, com diversas formações rochosas de milhões e até bilhões de anos.

O Geoparque compreende 6 municípios, Cerro do Corá, Lagoa nova, Currais Novos, Acari, Caranaúba do Dantas e Parelhas, e em 2020 foi candidato a se tornar um dos Geoparques Mundiais pela Unesco.

O que fazer no Rio Grande do Norte
Foto de @augusto_ratis

Nesses 6 municípios estão espalhados 16 geossítios com características diversas. Lá você vai encontrar mirantes, fósseis, pinturas rupestres e muitas formas esculpidas nas rochas com o passar do tempo.

São diversas atrações mas eu destaco uma que fica na cidade de Currais Novos. É o Parque Temático Mina Brejuí. Nesse parque você tem a oportunidade de conhecer um pouco mais da mineração e entender a sua importância econômica, além de visitar o Museu, o Memorial e ter acesso a um túnel de mineração.

O que fazer no Rio Grande do Norte?Carnaúba dos Dantas

A cidade de Carnaúba dos Dantas também faz parte do Seridó e é também conhecida pelo seu turismo religioso. É lá que fica o Monte do Galo, onde foi instalado o Santuário de Nossa Sra. das Vitórias.

A história do monte é lendária. Contam que vaqueiros da Fazenda Baixa Verde escutaram o canto de um galo no topo do monte mas estranharam o fato já que não havia outros habitantes por perto.

Outra história que é contada é a da cabra que teria pulado do cume sem sofrer nenhum dano. Essas duas histórias fizeram com que o Monte do Galo fosse conhecido como um monte santo.

Para chegar até o topo dos seus 115 metros é necessário subir por escadas e rampas e no caminho estão representadas as estações da Via Sacra. No topo do monte fica um Santuário a Nossa Senhora das Vitórias, a Casa dos Ex-Votos e também a figura de um galo com 5 toneladas.

O que fazer no Rio Grande do Norte
Foto de @brnfnts

Outro lugar que chama a atenção em Carnaúbas dos Dantas é o Castelo De Bivar. O dono do castelo, José Ronilson Dantas, se inspirou no castelo de um personagem do filme El Cid.

Esse castelo que tem 4 torres e é inspirado no estilo renascentista francês não é aberto a visitação, mas nem por isso os turistas e curiosos perdem a chance de tirar uma foto com ele, mesmo de longe.

Você também pode gostar de ler:
+ Top 5 montanhas-russas de Orlando
+ 7 regras para viajar com os amigos
+ Paraná | Canyon do Guartelá

O que fazer no Rio Grande do Norte?Castelo Zé dos Montes

E já que falamos de castelo tem mais um no Rio Grande do Norte. É o Castelo Zé dos Montes que fica na cidade de Sítio Novo, aproximadamente 100 quilômetros de Natal.

Esse castelo foi construído por José Antonio Barreto, que infelizmente faleceu em 2020 aos 88 anos. Quando criança ele tinha sonhos recorrentes com uma senhora que pedia que ele construísse 7 igrejas em 7 lugares diferentes. Apesar de todo mundo chamar a construção de castelo ela é uma igreja.

O que fazer no Rio Grande do Norte
Foto de @21_adventure

Seu José começou a obedecer a senhora dos seus sonhos quando ainda morava em Natal. Na sua casa ele construiu torres e cúpulas nos anos 60.

O Castelo que fica em Sítio Novo começou a ser construído em 1984 e estava em constante transformação. Não havia projeto, tudo saiu direto da cabeça do seu José e ele colocou a mão na massa com alguns ajudantes.

Erguido numa área de 13 hectares, sobre uma rocha da Serra da Tapuia o castelo tem 83 torres brancas, 4 andares e uma capela dedicada a Nossa Senhora que aparecia em seus sonhos de menino.

Lá dentro não existem móveis, mas existem labirintos e mirantes que rendem uma bela vista da região. O Castelo Zé dos Montes é aberto a visitação aos fins de semana e quem acompanha os turistas é o filho do seu José.

Reserve aqui sua hospedagem com a Booking.com

O que fazer no Rio Grande do Norte? Serra de São Bento

A última dica do que fazer no Rio Grande do Norte é conhecer Serra de São Bento. Essa cidade fica a mais de 400 metros de altitude e é muito famosa pelo frio. Lá já chegou a fazer 12 graus.

Pra quem mora aqui no Sul, como eu, deve pensar que 12 graus nem é tão frio assim, mas tenho certeza que os nordestinos discordam. E pra curtir esse friozinho existe até um Festival de Inverno na cidade. Ele acontece em agosto e chega a atrair até 30 mil pessoas.

O que fazer no Rio Grande do Norte
Foto de @piresangelina

Serra de São Bento tem menos de 10 mil habitantes e o turismo está se estabelecendo como importante atividade econômica da cidade. Além do frio outras atrações são as flores plantadas ao longo da estrada, trilhas ecológicas, formações rochosas e mirantes com belas vistas.

E pra quem quiser curtir um gostoso Happy Hour a Pedra do Sapo Eco Lounge é uma opção. Essa enorme formação rochosa, que obviamente se parece com um sapo, foi integrada a um bar e restaurante que você pode curtir aos fins de semana.


E aí, gostou dessas dicas do que fazer no Rio Grande do Norte? Conta pra gente se você já esteve em algum desses lugares ou se conhece algo legal por lá que a gente não falou aqui.

E salva no Pinterest esse post pra não perder e poder consultar sempre que quiser.

Um abraço e muitas viagens!!

PLANEJE SUA VIAGEM com os nossos parceiros. Você ajuda o blog, não paga nada a mais por isso e ainda ganha alguns descontos. Bom né? É só clicar nos links abaixo pra fazer a sua reserva.
Reserve seu hotel com a Booking.com
Cadastre-se no Airbnb e ganhe R$ 179,00 de desconto na primeira hospedagem.
Alugue seu carro com a RentCars
Não viaje sem seguro, cote o melhor com a Seguros Promo – utilize o código POROPCAO5 e ganhe 5% de desconto.
Use seu celular no exterior com chip da Easysim4U – com o código RBBVGRATIS você tem frete grátis.

Informações Práticas – O que fazer no Rio Grande do Norte

Forte dos Reis Magos

Endereço: Av. Praia do Forte, s/nº, Santos Reis, Natal – RN, 59010-00
Horário de funcionamento: diariamente – 8:00 – 16:30h
Entrada: R$ 3,00 (inteira)/ 1,50 ( estudante)
Mais Informações: pelo telefone (84) 3202-9006

Museu Câmara Cascudo

Endereço: Av. Hermes da Fonseca, 1398, Tirol, Natal
Horário de Funcionamento: de terça a sexta, das 8h30 às 18h. Fins de semana e feriados, das 12h30 às 18h
Entrada: gratuita
Mais Informações: no site do museu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *