O que fazer no Piauí? Viagens Imaginárias 22

Hoje é dia de voltar para o Nordeste e descobrir o que fazer no Piauí. Na minha ignorância geográfica eu confesso que tinha a impressão que o Piauí ficava no Norte, mas já realinhei o meu senso de direção e descobri lugares muito legais por lá.

Esse é mais um post da Série Viagens Imaginárias, e se você ainda não sabe o que é isso eu te explico. Durante a pandemia comecei a fazer uma lista de lugares para conhecer em todos os estados brasileiros. O turismo vai precisar bastante da nossa ajuda pra se reerguer né? E já tem vários posts por aqui se você quiser conferir.

Mais posts da série Viagens Imaginárias:
+ O que fazer em Sergipe
+ O que fazer em Goiás

Mas agora chega de papo furado e vamos logo descobrir o que fazer no Piauí.

O que fazer em Teresina?

Antes de dar dicas do que fazer em Teresina eu vou contar alguns fatos que achei bem interessantes. Teresina é a única capital do Nordeste que não fica no litoral e foi a primeira cidade planejada do Brasil. No ano de 1852 a capital que até então era Oeiras foi transferida para Teresina.

O nome é uma homenagem a Teresa Cristina, a esposa do Imperador D. Pedro II, que teria sido responsável por intermediar a mudança da capital para Teresina.

Polo Cerâmico Poty Velho

Poty Velho foi o primeiro bairro da cidade de Teresina, formado as margens do tio Poty. Antigamente viviam ali os índios Potis, que se juntaram com os fazendeiros e formaram a Barra do Poti.

O que fazer em Teresina
Foto de @edsongirioli

Antigamente além da pesca a Barra do Poti também era o local onde se produzia tijolos, telhas e filtros de barro. Essa atividade foi se aperfeiçoando com o tempo e Poty Velho, como é conhecido hoje, tornou-se o polo cerâmico da cidade de Teresina.

São mais de 20 lojas ceramistas e lá você vai encontrar uma grande variedade de potes, vasos e diversos objetos decorativos.

Museu Dom Avelar

O Museu Dom Avelar é uma novíssima atração da cidade de Teresina já que foi aberto para visitação em setembro de 2019.

O Museu é o sonho realizado do padre Pedro Maione, um italiano que veio ao Brasil e fundou no bairro onde trabalhava a Fundação Cultural Cristo Rei no ano de 1989 para fomentar a educação e a cultura.

O acervo do museu é formado principalmente por doações, muitas delas feitas pelo próprio padre, que viajou o mundo e colecionou diversos objetos.

SIGA: Instagram | Facebook | Pinterest | You Tube

Das 21 mil peças do acervo, mais de 14 mil são moedas. Muitas dessas moedas eram da coleção de padre Pedro e algumas tem mais de 2 mil anos.

O Museu Dom Avelar também foi escolhido pelo IPHAN para um Termo de Ajustamento de Conduta. Em algumas escavações feitas pela empresa Queiroz de Galvão Energia houve interferência negativa com artefatos históricos.

Esses artefatos hoje fazem parte do museu e a empresa deve de alguma forma compensar os danos causados.

Além dos itens já citados o museu também tem peças de zoologia e mineralogia e outros objetos de diversas partes do mundo adquiridos pelo padre ou recebidos em doação.

Reserve aqui sua hospedagem com a Booking.com

Parque Floresta Fóssil

O Parque Floresta Fóssil fica no meio da cidade de Teresina, as margens do Rio Poti e bem ao lado de uma movimentada avenida da cidade. Ele é o único local de floresta fóssil que fica em área urbana.

Os troncos encontrados no Piauí são do mesmo tipo de troncos que existem no parque de Yellowstone, nos Estados Unidos. As árvores aqui foram fossilizadas a mais de 250 milhões de anos.

O parque tem 13 hectares e um total de 70 troncos fossilizados. O interessante aqui é que os troncos viraram fósseis em posição de vida, ou seja, os troncos ainda estão em pé.

O que fazer em Teresina
Foto de @emillyclaudinooficial

A estrutura do parque hoje é bem simples, mas existe um projeto para construção de um centro de visitantes, passarelas e até um museu de Paleontologia. Espero que o projeto não fique apenas no papel.

Palácio de Karnak

Se você já ouviu falar de Karnak alguma vez deve relacionar o nome com o Egito, pois ele é um dos grandes templos construídos pelos faraós.

O Palácio de Karnak de Teresina não tem nada a ver com o Egito além do nome. Na verdade a inspiração para a construção desse edifício de arquitetura neoclássica foram os elementos romanos e gregos. E com essa mistura toda conseguiram homenagear um pouco de cada umas das grandes potências do mundo antigo.

O que fazer em Teresina

Esse Palácio construído no século XIX já foi residência, educandário e também sede do governo a partir de 1926 quando o governador Matias Olímpio de Melo o comprou para instalar ali a Sede do Governo do Piauí.

Durante os anos o prédio passou por algumas reformas mas manteve sua arquitetura original, que também lembra um pouco da Casa Branca em Washington.

Para finalizar a estética o paisagismo do Palácio de Karnak foi feito pelo famoso paisagista Burle Marx.

É possível conhecer o Palácio de Karnak em visitas livres, às segundas, quartas e sábados, e em visitas guiadas às terças a tarde e quintas pela manhã.

Alugue um carro com a RentCars e aproveite as melhores condições.

Complexo Turístico Ponte João Isidoro França

A ponte estaiada de Teresina entregue no ano de 2010 virou cartão postal tanto da cidade quanto do estado do Piauí.

O nome da ponte foi uma homenagem feita ao mestre de obras português João Isidoro França, que foi um dos responsáveis por idealizar e planejar a cidade de Teresina.

O que fazer em Teresina
Foto de @1olhar_meu

No complexo da ponte estaiada acontecem alguns eventos como o carnaval, a encenação da Paixão de Cristo e também outros tipos de campanha, como por exemplo a doação de sangue.

Mas o principal atrativo da ponte, além da arquitetura moderna, é sem dúvida o seu mirante, que fica a uma altura de 95 metros e tem vista de 360 graus da cidade. A subida até o mirante é feita por elevadores panorâmicos.

O que fazer no Piauí? Delta do Parnaíba

Delta na geografia é quando um rio desemboca no mar por múltiplos canais, geralmente formando o desenho de uma mão aberta. Aqui no Brasil a gente tem o terceiro maior delta do mundo, o Paranaíba. Ele perde apenas para o do rio Nilo, no Egito e do rio Mekong, no Vietnã.

O Delta do Parnaíba tem 73 ilhas fluviais e faz parte da Rota das Emoções, uma rota que passa pelo Ceará, Piauí e Maranhão.

A cidade de Parnaíba é o ponto de partida para diversos passeios e estando lá não deixe de conhecer o Porto das Barcas, um Centro Histórico e Cultural com 7 mil metros quadrados.

Outro atrativo é a Praia da Pedra do Sal que agrada tanto quem gosta de mar calmo como quem gosta de mar agitado. Isso é possível pois um rochedo divide a praia. Por lá é comum a prática de kite surf.

O que fazer no Piauí
Fotos de @lucasdelbem

Mas para quem quer adentrar o Delta do Parnaíba existem passeios de barco que saem do Porto dos Tatus, na cidade de Ilha Grande. No caminho é feita uma visita a Casa das Rendeiras, para apreciar a delicada renda de bilro.

Mas o ponto alto do passeio, na minha humilde opinião de quem nunca foi, é apreciar a revoada dos guarás. Os guarás são pássaros de cor avermelhada que retornam pra uma determinada ilha todo fim de tarde para dormir.

Ver os pássaros voando e depois colorindo as árvores de vermelho deve ser um espetáculo encantador

O que fazer no Piauí? Luis Correa

Na divisa entra as cidades de Parnaíba e Luis Correa fica a Lagoa do Portinho. Essa lagoa é banhada pelos riachos Portinho e Brandão e ladeada por imensas dunas de areia branquinha.

As dunas estão em constante mudança devido a ação dos ventos e fazem com que o cenário da lagoa fique ainda mais bonito. Mas se apenas contemplar não te satisfaz na Lagoa do Portinho você ainda pode fazer passeios de lancha, Jet Ski e Banana Boat.

O que fazer no Piauí
Foto de @anninhammoreirasousa

A cidade de Luis Correa ainda tem belas praias e uma atração curiosa, a Árvore Penteada. Essa árvore é um tamarindeiro que cresceu inclinado pela ação do vento. Parece realmente que suas folhas foram penteadas.

O que fazer no Piauí? Parque Nacional da Serra da Capivara

O Parque Nacional da Serra da Capivara tem área de 100 mil hectares e foi declarado Patrimônio da Humanidade pela Unesco.

O Parque tem a maior concentração de sítios arqueológicos das Américas. São 1000 sítios sendo que 173 deles estão abertos a visitação do público. Nesses sítios arqueológicos são encontradas diversas pinturas rupestres.

Além disso há também um sítio histórico que preserva as casas de maniçobeiros que moravam na região no século XX.

O que fazer no Piauí
Foto de @albertpessagno

Além dessa importante parte histórica as beleza naturais também chamam a atenção. Lá é possível ver belos cânions com vista panorâmica da Serra da Capivara.

Se você quiser visitar tudo que o parque tem a oferecer reserve pelo menos 6 dias. A entrada é gratuita mas é obrigatória a contratação de guia.

Viajar sem Seguro Viagem é furada!! Cote o seu aqui com a Seguros Promo. Com o código POROPCAO5 você tem 5% de desconto.

O que fazer no Piauí? Oeiras

A cidade de Oeiras tem mais de três séculos e originou-se com a instalação de uma capela em homenagem a Nossa Senhora da Vitória.

Seu primeiro nome foi Vila Mocha, devido a estar às margens de um riacho de mesmo nome, mas depois foi alterado para Oeiras em homenagem ao Conde de Oeiras, que depois se tornaria o Marquês de Pombal.

O que fazer no Piauí
Foto de @faulkner.rss

Oeiras foi a primeira capital do Piauí, o que durou por quase cem anos, perdendo o posto para Teresina em 1852. Essa importância política deixou como legado casarões coloniais e monumentos dos séculos XVIII e XIX, que ainda podem ser vistos no centro da cidade.

Além disso Oeiras também é uma das cidades mais religiosas do Piauí, sendo a Semana Santa seu evento de maior destaque. Mas não posso deixar de lembrar de outro símbolo religioso e também turístico da cidade. A imagem de Nossa Senhora da Vitória, que fica em cima do Morro do Leme.

Você também pode gostar de ler:
+ Atacama | Laguna Tebinquinche e Laguna Cejar
+ Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros: trilhas para se conectar com a natureza

O que fazer no Piauí? Parque Nacional de Sete Cidades

O Parque Nacional de Sete Cidades fica numa região de transição entre a Caatinga e o Cerrado e por isso a melhor época para visitá-lo é entre janeiro e junho, quando o clima é mais ameno e você poderá aproveitar as cachoeiras com mais água.

Nesse parque existem diversas formações rochosas que foram agregadas em 7 conjuntos e chamadas de cidades, por isso o nome Sete Cidades.

Essas rochas foram moldadas pelo vento, chuva e calor e muitas delas ganharam nomes. Vocês terá que ativar a sua imaginação para tentar encontrar todas as formas nas rochas.

O que fazer no Piauí
Foto de @rafilds_pereira

Além do conjunto de rochas o parque tem também inscrições rupestres, cachoeiras, mirantes e piscinas naturais.

A entrada também é gratuita mas é necessário contratar um guia. Com a ajuda do guia você vai conhecer um pouco mais da história das Sete Cidades e ficar sabendo como o que cada rocha se parece.

E aí, gostou das dicas do que fazer no Piauí? Então compartilha com aquele amigo que é um ótimo parceiro de viagem e salva no Pinterest pra consultar depois.

Um abraço e muitas viagens!


PLANEJE SUA VIAGEM com os nossos parceiros. Você ajuda o blog, não paga nada a mais por isso e ainda ganha alguns descontos. Bom né? É só clicar nos links abaixo pra fazer a sua reserva.
Reserve seu hotel com a Booking.com
Cadastre-se no Airbnb e ganhe R$ 179,00 de desconto na primeira hospedagem.
Alugue seu carro com a RentCars
Não viaje sem seguro, cote o melhor com a Seguros Promo – utilize o código POROPCAO5 e ganhe 5% de desconto.
Use seu celular no exterior com chip da Easysim4U – com o código RBBVGRATIS você tem frete grátis.

Informações Práticas – O que fazer no Piauí

Museu Dom Avelar

Endereço: Rua Poeta Domingos Fonseca, 1310 – Cristo Rei, Teresina-PI
Horário de Funcionamento: de segunda a sexta, de 9h às 17h e aos sábados, de 9h às 12h.
Entrada: R$ 4,00 inteira e R$ 2,00


Polo Cerâmico Poty Velho

Endereço: R. Des. Flávio Furtado, S/N – Poti Velho, Teresina – PI
Horário de Funcionamento: diariamente das 08h às 18h

Parque Nacional da Serra da Capivara

Para mais informações sobre como visitar o parque acesse o site do Instituto Chico Mendes

Parque Nacional de Sete Cidades

Para mais informações acesse o site do ICMBIO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *