Portugal | Dicas

Depois de 18 dias, 4.694 fotos, 343 vídeos curtos, 2.561,40 km rodados, 189,50 km andados e vários pastéis de nata comidos, estamos de volta a realidade depois de uma viagem incrível por Portugal. Confesso que nunca tinha dado muita bola pra esse destino até que minha prima passou alguns meses morando por lá. Nos programamos de visitá-la e a danadinha voltou antes de irmos. Sem problemas, fizemos um roteiro que ia de Norte a Sul e de Sul a Norte e embarcamos pra esse país fantástico. Agora daremos algumas dicas pra você planejar a sua viagem.

 

Dica 1 – VÁ! – Quando se pensa em uma viagem para a Europa, Portugal fica em segundo plano. É o patinho feio da história. Grande engano minha gente. Portugal é lindíssimo. Tem história, praias maravilhosas, uma serra de tirar o fôlego e tudo isso em um território muito fácil de ser explorado de carro. E além de tudo isso eles ainda falam português, o que é uma grande vantagem se você não fala outro idioma.

Sabia que Portugal tem praias lindíssimas como essa? Praias e muito mais
Sabia que Portugal tem praias lindíssimas como essa? Praias e muito mais

 

Dica 2 – LÍNGUA – Divirta-se com a diferença da língua. Acabei de mencionar que eles falam português, como nós, mas é óbvio que há algumas diferenças (não se preocupe, não há nada que possa atrapalhar sua comunicação). O sotaque cantadinho é muito divertido e difícil de imitar e há várias palavras que divergem da “nossa” língua portuguesa. Fizemos uma listinha do que achamos interessante pelo caminho:

Ônibus = Autocarro

Trem = Comboio

Van = Carrinha

Rotatória = Rotunda

Pedágio = Portagem

Faça a volta (no trânsito) = Inverta a marcha

Diesel = Gasóleo

Criança = Miúdo

Galera = Malta

Churrascaria = Churrasqueira

Café com leite = Meia de leite

Além disso, eles adoram um diminutivo, é comum dizerem beijinho e obrigadinho, ou então irão soltar um obrigadíssimo ao invés do muito obrigado. Se acharem que você não precisa (ou não deve) fazer algo, ouvirá um deixa estar. Mas o que a gente mais ouviu foi com certeza o Pronto. Pronto é uma interjeição usada para praticamente tudo, como um OK. Pronto!

 

Dica 3 – CARRO – Se for alugar um carro, o que eu recomendo se quiser conhecer Portugal de Norte a Sul, escolha um a Diesel. A diferença de preço no posto de combustíveis não é tão grande (quanto o cara da locadora nos fez pensar), mas a economia de um motor a diesel é enorme. No final das contas vale a pena, mesmo que o valor do aluguel seja um pouco mais caro. O carro que alugamos fazia em média 20km/litro. Lembre-se que o condutor do veículo deverá ter um cartão de crédito válido quando da retirada na locadora, caso contrário outra pessoa com cartão válido deverá ser incluída como condutora, o que gera custos adicionais (no nosso caso foi de € 75,00).

 

Dica 4 – CARRO – Sempre que alugar um carro peça para utilizar o Via Verde que é o sistema de cobrança de pedágios parecido com o Sem Parar do Brasil. Você irá gastar em torno de € 1,50 por dia de aluguel do carro, mas as outras cobranças serão automáticas. Caso você não contrate o serviço, terá que realizar o pagamento nos correios e tem um tempo certo pra isso que pode ser conferido nesse link . Há uma cobrança adicional de alguns centavos por viagem, podendo chegar a até € 2,08. É um incomodo que julgo desnecessário e pode atrapalhar o fluxo da sua viagem, mas se preferir dessa forma há várias informações nesse site. Há pedágios com cabines de cobrança e outros eletrônicos. Apesar de encontrar vários pelo caminho os valores são justos. Nos 18 dias de viagem gastamos € 84,85 indo do Norte ao Sul do país e retornando para o Norte.

 

Dica 5 – ABASTECIMENTO – O abastecimento em Portugal não é feito por frentistas, é você mesmo que deve abastecer o seu veículo. O processo é muito simples, você vai até a bomba, digita o valor máximo que pretende colocar de combustível, enche o tanque e efetua o pagamento. Se for pagar com cartão, o pagamento ocorre na bomba mesmo, se for com dinheiro, você vai até o caixa, informa o número da bomba e paga. Simples assim!

Máquina para comprar o Ticket de Metro no Porto
Máquina para comprar o Ticket de Metro no Porto

 

Dica 6 – ESTACIONAMENTO – Apesar dos portugueses estacionarem em qualquer lugar, não aconselho seguir o exemplo deles, a não ser que queira receber uma multa em euros. Você vai perceber que é normal encontrar carros estacionados em calçadas e até em fila dupla, principalmente em Lisboa. A forma mais fácil de explorar as cidades é a pé ou com transporte público, mas se precisar sair de carro esteja atento as placas de estacionamento. As placas de estacionamento estão indicadas com um P, de Parque. Quando achar alguma placa indicando um Parque é bem provável que você não encontre um lugar com árvores e pessoas passeando e sim um estacionamento. Quando o Parque é Livre, quer dizer que você não precisará pagar por ele. Quando for Pago procure o Parquímetro e retire seu tíquete que deve ser colocado em lugar visível no painel do carro. As informações de preços e tempo máximo de permanência variam para cada local e estarão descritas no parquímetro. São aceitas apenas moedas e há valores máximos, portanto tenha sempre moedas nos bolsos.

Quando estacionar não esqueça de verificar se é Livre ou Pago
Quando estacionar não esqueça de verificar se é Livre ou Pago

 

Dica 6 – PEGANDO METRO, ELÉTRICO E AFINS – Mesmo estando de carro, utilizamos o sistema de transporte no Porto e em Lisboa. Essas cidades exigem a utilização de cartões para acesso ao transporte e eles são comprados nas máquinas de bilhetes ou em lojas conveniadas. O cartão utilizado no Porto se chama Andante (custa € 0,60) e em Lisboa há vários, nós compramos o 7 colinas (custa € 0,50). É muito importante validar o seu cartão antes de fazer uma viagem para não ser multado caso haja fiscalização. Não há catracas nos transportes, então não esqueça. A validação é feita em locais como o da foto, as vezes estarão no ponto ou na estação e outras dentro do veículo. Em Lisboa, se você não tiver o cartão, poderá pagar diretamente a passagem dentro do veículo, mas isso custará muito mais caro do que com o cartão. Para ir a Belém usamos o cartão e a passagem saiu por € 1,40, pagando diretamente custaria € 2,85. Para mais informações conSulte o site da Carris, em Lisboa e Linha Andante, no Porto.

Valide seu Ticket aqui. Não esqueça, ou poderá ter problemas no bolso.
Valide seu Ticket aqui. Não esqueça, ou poderá ter problemas no bolso.
Máquina para comprar o Ticket de Metro no Porto
Máquina para comprar o Ticket de Metro no Porto

 

Dica 7 – PASTÉIS DE NATA – Temos que aprender de uma vez por todas que o nome da sobremesa tradicional de Portugal é Pastel de Nata e não Pastel de Belém. Tenho certeza que o culpado dessa confusão toda é o Habibs que colocou em seu cardápio Pastéis de Belém. A não ser que eles tenha ido até Belém buscar os pastéis o nome correto é de Nata. Os portugueses são muito literais, então se você pedir Pastel de Belém em outra pastelaria é bem possível que te mandem comer lá em Belém.

Esses são os ÚNICOS Patéis de NATA que podem ser chamados de Pastéis de Belém
Esses são os ÚNICOS Patéis de NATA que podem ser chamados de Pastéis de Belém

 

Dica 8 – CHOPP – Chopp é uma palavra muito usada aqui no Brasil mas não é utilizada em Portugal. Se quiser uma tulipa de chopp em Portugal terá que pedir um fino no Porto e um imperial nos outros lugares. Se quiser um de 500ml o nome é caneco.

 

Dica 9 – GUARDA-CHUVA – Esse é um item indispensável na sua mala. Experiência própria, nos primeiros dias da viagem a chuva parecia não querer nos largar. Se tiver uma capa de chuva não hesite em levá-la junto para conhecer o país.

Guarda Chuva? Nosso melhor amigo nos primeiros dias em Portugal
Guarda Chuva? Nosso melhor amigo nos primeiros dias em Portugal

 

Dica 10 – TOMADA DE ENERGIA – As tomadas em Portugal tem 2 entradas redondas, como as antigas tomadas brasileiras, mas um pouco mais grossas. Se você tem aparelhos no formato antigo, com apenas dois pinos, pode levar sem problemas. Mas cuidado!!! As tomadas são 220V. Se seus aparelhos foram no formato novo, 3 pinos, você precisará de um adaptador.

A tomada em Portugal é redondinha e 220V.
A tomada em Portugal é redondinha e 220V.

 

Dica 10 – AZEITONA – Dica de amiga, não provem azeitonas direto das oliveiras. Falo com propriedade, é simplesmente horrível. Uma das coisas mais amargas que eu já provei na vida. Ela deixou nossa boca “amarrada” por pelo menos meio dia. Deixe pra experimentas as em conserva. Elas são um pouco diferentes das que temos por aqui, mas valem a pena. In natura? Nunca!!!!

A não ser que você seja teimoso não experimente azeitonas direto da oliveira. Blergggg!!!
A não ser que você seja teimoso não experimente azeitonas direto da oliveira. Blergggg!!!

 

Espero que esse post seja útil para planejar sua viagem. Divirta-se em Portugal e se tiver alguma outra dica do país escreve nos comentários que vamos adorar saber.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *