Portugal | 5 coisas para ver em Évora

Évora é uma cidade histórica que já existia mesmo antes dos romanos chegarem por ali. Hoje é uma das mais conservadas cidades medievais de Portugal e um importante centro universitário. Não foi uma das cidades que mais gostamos mas ainda sim tem coisas incríveis para ver. Aqui deixamos os lugares mais legais que valem a pena a visita.

1 – Praça do Giraldo – no centro da muralha fica a praça mais “bombada” da cidade. A praça do Giraldo foi palco de algumas fogueiras da inquisição e execuções, como a do duque de Bragança em 1483. Hoje é onde os muitos dos turistas iniciam sua exploração da cidade. Há muitos cafés por ali e também o centro de informações turísticas. Para quem gosta de livrarias e arte vale a pena dar uma espiada na livraria Nazareth que fica por ali.

Praça do Giraldo, onde tudo acontece
Praça do Giraldo, onde tudo acontece

2 – Aqueduto e ruelas – O mais legal de uma cidade medieval é a sua estrutura. Se perca entre as ruelas da cidade observando as construções antigas e perca um tempo observando os aquedutos. Essa obra prima da engenharia ainda não está totalmente decifrada na minha cabeça pois apesar de saber que ela funciona com base na teoria dos vasos comunicantes fico pensando de onde saia a água pra conseguir chegar até o topo dessa colina.

Uma pequena parte dos aquedutos que cortam a cidade
Uma pequena parte dos aquedutos que cortam a cidade
Outro lado dos aquedutos na Rua do Cano
Outro lado dos aquedutos na Rua do Cano

3 – Templo Romano – Estima-se que o Templo de Évora foi construído nos séculos II ou III. É um dos mais bem preservados monumentos romanos de Portugal, quatorze colunas coríntias ainda estão de pé. Atrás do Templo fica um bonito jardim de onde se pode ver bem a extensão dos aquedutos da cidade.

Templo Romano de Évora
Templo Romano
Jardim Diana a frente do Templo Romano de Évora
Jardim Diana na frente do Templo Romano. Daqui é possível ver uma boa parte dos aquedutos
Visão dos Aquedutos
Uma pequena parte dos aquedutos de Évora. Isso vai longe

4 – Sé de Évora – Essa igreja construída no século X é similar a uma fortaleza com enormes torres. O interior é predominantemente românico-gótico com teto e alto e baixa iluminação. Suba até o coro alto pra ver a delicadeza e precisão das imagens esculpidas na madeira em um cadeiral do período manuelino. É possível subir até as torres e ter uma vista linda da cidade. Lá em cima você ainda verá o sino e um relógio solar. Não deixe de passar também no claustro com seu jardim de árvores frutíferas e a Capela do fundador bispo D. Pedro.

Sé de Évora
Sé de Évora
As torres da Sé de Évora vistas do Claustro
As torres da Sé vistas do Claustro

5 – Igreja de São Francisco e Capela dos Ossos – A igreja de São Francisco é uma das “caçulas” de Évora, tem “apenas” 507 anos e é bem menos ornamentada que as outras igrejas da cidade. Mesmo assim atrai muitos turistas devido a sua capela “macabra”, a Capela dos Ossos. Logo na entrada pode se ler a inscrição “Nós, ossos que aqui estamos, pelos vossos esperamos”. Um convite nada agradável. Apesar de ser um pouco mórbida a capela foi construída por monges para alertar sobre a transitoriedade da vida. O interior da Capela é inteiramente revestido por ossos humanos, muitos, muitos ossos. Não tenho a menor ideia de quantas “pessoas” estão naquelas paredes. Em exposição está um Soneto escrito pelo padre António de Ascensão Teles que é um convite a refletir

Aonde vais, caminhante, acelerado?
Pára… não prossigas mais avante;
Negócio, não terás mais importante
Do que este, à tua vista apresentado.
.
Recorda quantos desta vida têm passado
Reflete em que terás fim semelhante!
Que para meditar, causa é bastante
Terem todos mais nisto pensado.
.
Pondera que influído desta sorte
Entre negociações do mundo tantas
Tão pouco consideras na morte;
.
Porém, se os olhos aqui levantas
Pára… porque em negócio deste porte,
Quanto mais tu parares, mais adiantas.

Para finalizar a visita a Igreja de São Francisco não deixe de ver a enorme coleção de presépios em exposição. São vários modelos, cores e tamanhos. Há mais de mil em exposição.

Convite para entrar na Capela dos Ossos.
Convite para entrar na Capela dos Ossos.
Caveiras na Capela
Mórbido não?
Janela na Capela dos Ossos Évora
Crânios e ossos enfeitando a janela. Essa “decoração” não me agrada.
Presépios para todos os gostos na Igreja de São Francisco em Évora
Presépios para todos os gostos na Igreja de São Francisco

Bônus

  • Fora da cidade há os megalíticos de Évora, nós tentamos ir até lá de carro mas as placas acabam no meio do caminho e como era tarde nós desistimos. Há tours que saem direto da cidade, é uma boa opção.
  • Os arredores de Évora também são um passeio interessante, principalmente a vila de Monsaraz (leia mais sobre ela aqui) e os Reguengos de Monsaraz onde você encontra algumas das melhores vinícolas da região e muitos produtos cerâmicos. Nós visitamos também Estremoz que é famosa por ser uma grande extratora de mármore, até os paralelepípedos de lá são desse material. É uma vila bem mais simples do que Monsaraz, se estiver curioso dê uma passada por lá, mas não espere se surpreender. Fomos também até Borba para trazer vinhos para o Brasil já que o sobrenome da família da minha mãe é Borba, mas também não tem muito o que fazer por lá.
  • Se quiser fazer um passeio de balão por Évora nossa host do airbnb tem uma empresa de balonismo chamada Balonissimo, entre aqui para ver mais detalhes.
    Vila de Estremoz
    Vila de Estremoz

    A tranquilidade de Estremoz
    A tranquilidade de Estremoz

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *