O mito da viagem perfeita

Na nossa primeira grande viagem eu praticamente calculei os segundos e fiz um roteiro milimétrico para que nada saísse fora do planejado. Como era uma viagem internacional eu não queria que nada desse errado e passei horas e mais horas olhando blogs de viagem, sites de passagens aéreas e o google (principalmente o maps e o street view). Não posso dizer que a viagem não foi maravilhosa, mas depois descobri que coisas fora do planejado podem fazer com que sua jornada seja ainda mais divertida.

Além de todo material online ainda recorre aos guias impressos

Eu sou uma viciada em planejamento de viagens, não nego. Gosto de deixar tudo certinho, organizado, para não ter surpresas ruins ao longo do caminho, mas descobri ultimamente que o estilo “deixa a vida me levar” também pode ser muito bom. Aos poucos eu tenho me libertado das amarras do planejamento e já consigo simplesmente listar lugares para conhecer (ainda por localização) sem colocar horário pra fazer isso ou aquilo. Na última viagem, por exemplo, queríamos visitar uma igreja bombardeada na 2ª Guerra Mundial. Como eu não tinha anotado o endereço fiz uma pesquisa rápida no Google, pegamos e metrô e fomos parar a mais de 5km de distância de onde a gente queria. Encontramos uma igreja, mas a errada. Sem sinal de internet nos restou recorrer ao mapa de papel (que nem tinha a região onde estávamos), aos moradores locais e aos mapas nas estaçãoes de metrô. E vocês acham que ficamos frustrados? Nem um pouco. Foi uma experiência muito legal, pois acabamos conhecendo um típico bairro residencial em Berlim, coisa que a gente não ia fazer se tivesse “acertado” o trajeto.

Roteiro passo a passo da viagem
Roteiro passo a passo da viagem

É muito importante saber lidar com imprevistos durante a viagem para poder curtir ao invés de ficar emburrado. Uma queda durante uma aula de snowboard me fez ir direto pro ambulatório e passar o resto da viagem com uma tala na mão direita e uma faixa no cotovelo esquerdo. Tinha que pedir ajuda pra quase tudo mas consegui aproveitar até o último momento. Você provavelmente vai encontrar lugares fechados para visitação naquele determinado dia,vai ter horários de vôos alterados ou algum problema com sua reserva de hotel, mas isso faz parte da aventura que é viajar.

Imprevistos acontecem, mas temos que aprender a lidar com eles
Imprevistos acontecem, mas temos que aprender a lidar com eles

Se você souber encarar com bom humor essas situações vai perceber que uma viagem não precisa ser perfeita para ser espetacular e que os imprevistos as vezes abrem os nossos olhos para coisas maravilhosas que estavam a margem do planejado e que você só teve a oportunidade de descobrir por acaso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *