Lisboa | Roteiro a pé de 1 dia

Lisboa é uma cidade que pode ser perfeitamente explorada apenas usando suas perninhas. Você só precisará do transporte público se estiver hospedado longe de tudo ou quiser andar no famoso elétrico. Como a gente acha que andando pela cidade vemos muito mais dela, montamos um roteiro a pé passando pelos pontos turísticos que você pode fazer em um dia, ou meio dia, se for do tipo apressadinho.

Vamos começar pelo Cais das Colunas, é o mais próximo que você chegará das águas do Rio Tejo. Era aqui que desembarcavam aqueles que chegavam a Lisboa pelo rio. O Cais das Colunas é um ótimo lugar para apreciar a ponte 25 de Abril. Logo a frente você verá a Praça do Comércio com a estátua de Dom João I ao Centro e o Arco da Victória ou também conhecido como Arco da Augusta. A praça do comércio foi palco da queda da monarquia em 1908 quando Carlos I e seu filho foram assassinados. Ao redor da praça há diversos restaurantes e o museu da cerveja.

A gente bate perna mesmo com chuva. Praça do Comércio com nuvens negras ao fundo
A gente bate perna mesmo com chuva.
Estátua de D. João I na Praça da Figueira
Estátua de D. João I na Praça da Figueira

Passando pelo Arco você entrará na Rua Augusta, também com muitos restaurantes e lojas. Recomendo fazer um zig zag por entre as ruas para ver as lojas interessantes que há por ali, principalmente as lojas de bebidas, com garrafas de mais de 3000 euros. Siga na direção oposta a da praça do Comércio e chegará em outras duas praças, a do Rossio (ou D. Pedro IV) e a da Figueira. D. Pedro IV de Portugal é o nosso D. Pedro I do Brasil, então a estátua que verá na Praça do Rossio é do primeiro Imperador do Brasil, aquele que declarou “Independência ou Morte” em 1822. Anos mais tarde, quando o pai D. João VI morreu, ele voltou a Portugal e assumiu o trono como D. Pedro IV. Para passar de uma praça para a outra você poderá “cortar caminho” por dentro da Pastelaria Suíça e já provar algumas delícias da culinária portuguesa. Do outro lado estará a Praça da Figueira que tem ao centro uma estátua de D. João Primeiro. Aqui você encontra um centro de informações turísticas e também o elétrico 15 (Praça da Figueira – Algés) que te leva até o bairro de Belém.

Estátua de D. João I na Praça da Figueira
Estátua de D. João I na Praça da Figueira

Ainda nos arredores das praças você poderá conhecer a Igreja de São Domingos que foi palco de um massacre antissemita em 1506, resistiu ao terremoto de 1755 e a um incêndio em 1959. No interior da igreja estão as marcas de toda essa história. Logo na saída da igreja fica uma pequena banca de bebidas chamada A Ginjinha. Se não foi até Óbidos para apreciá-la pode desfrutar em Lisboa mesmo.

Atravesse novamente a Praça do Rossio em direção ao Rio Tejo e pare para comer um pastel de Nata da Confeitaria Nacional com mais de 188 anos de história, sendo fundada em 1829. Preste atenção na decoração luxuosa do lugar e no sabor delicioso do pastelzinho. Um pouco mais adiante você poderá subir para o Bairro Alto pelo Elevador de Santa Justa, que é obra de Raul Mésnier, aprendiz de Gustave Eiffel, ou apenas apreciá-lo de fora e subir a Rua do Carmo a pé mesmo, pegando depois a Rua Garret. Se quiser ver a parte de cima do Elevador pode virar na Calçada Sacramento e aproveitar para conhecer o Convento do Carmo e mais adiante o Miradouro de São Pedro de Alcântara.

Esse estilo não é mera coincidência. Quem projetou o elevador de Santa Justa era pupilo de Eiffel.
Esse estilo não é mera coincidência. Quem projetou o elevador de Santa Justa era pupilo de Eiffel.

Se seguir pela Rua Garret você chegará até a Livraria Bertrand, a livraria mais antiga do mundo ainda em atividade. Ela foi inaugurada em 1732 e a loja do Chiado não foi a primeira, mas com certeza é bem antiga. Entre na livraria e vá até a sala do fundo para ver o tamanho das paredes e o teto em arcos. E continuando no clima literário, alguns passos a frente fica a escultura do poeta e escritor Fernando Pessoa . Ela fica bem em frente ao café A Brasileira, de 1905, que por sinal era ponto de encontro de escritores e artistas. Vale a pena entrar, nem que seja só para bisbilhotar mesmo.

Os amantes de livros tem que passar por aqui, Livraria Bertrand, a mais antiga do mundo.
Os amantes de livros tem que passar por aqui, Livraria Bertrand, a mais antiga do mundo.
Batendo um papo com Fernando Pessoa
Batendo um papo com Fernando Pessoa

Para fechar o passeio pelo Chiado atravesse o Largo do Chiado e vá em direção a praça Luís de Camões. Se estiver com vontade de um doce pegue mais um Pastel de Nata da Manteigaria e siga pela Rua do Loreto até a Rua da Bica para ver o Ascensor que faz o trajeto pela ladeira desde a Rua São Paulo até a Rua do Loreto. Vire na próxima a esquerda, Rua Mal. Saldanha e desça até o Miradouro de Santa Catarina. Sente em um dos barzinhos dali, ou nas escadarias mesmo, e aprecie mais um pouco do Rio Tejo.

Ascensor da Bica, uma ajudinha pra subir a ladeira.
Ascensor da Bica, uma ajudinha pra subir a ladeira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *