EUA | Miami não nos convenceu

Não demos muita chance para a queridinha dos brasileiros. Miami teve apenas um dia para nos surpreender e não nos convenceu. Estávamos em Orlando pra curtir os parques e resolvemos passear por um dia em Miami. Foi o suficiente para acharmos a cidade sem sal ou como dizemos por aqui, meio sonsa.
Saímos de Orlando cedinho rumo a Miami em uma viagem que demora em torno de 3 horas. As estradas são ótimas e há pedágio então fique atento pois no início do trajeto você recebe um cartão que indica os valores que terá que pagar na saída, de acordo com a quilometragem percorrida. Aí já começou a confusão. Chegando perto do local onde teríamos que pagar o pedágio o desinformado GPS nos mandava ficar todo o tempo na faixa esquerda. Quando percebemos que as cabines ficavam ao lado direto já não dava mais tempo de voltar. Passamos no pedágio sem pagar, pela faixa onde só deveriam passar os carros com o Sun Pass (equivalente ao nosso Via Fácil, Sem Parar, etc…) Coração acelerou e pensamos na hora na viatura da polícia atrás da gente. No desespero paramos em um posto para perguntar o que deveríamos fazer. O atendente nos tranquilizou dizendo que a maioria dos carros de aluguel tem o aparelho instalado e que pagaríamos o pedágio na hora de devolver o carro. Ficamos um pouco mais relaxados mas ainda assim tínhamos a impressão de que a qualquer momento a polícia ia aparecer pra mos multar. Bobagem, no final deu tudo certo e realmente pagamos a tarifa na hora de devolver o carro.
Começamos com o pé esquerdo mas melhoramos um pouco quando chegamos ao Vizcaya Museum and Gardens. Essa mansão construída em 1916 por um magnata da indústria agrícola americana mistura os estilos renascentistas italiano e francês e conta com 10 hectares de jardins. Fica na baía de Biscayne num bairro residencial em Miami e não é tão explorado por turistas. É uma pena pois o lugar é lindíssimo e pra falar a verdade foi o que mais gostei na cidade.Vizcaya

Baía de Biscayne, pena que o dia estava feio
Baía de Biscayne, pena que o dia estava feio
Jardins de Vizcaya
Jardins de Vizcaya

Fonte Vizcaya
Nossa próxima parada foi Miami Beach. No caminho, os gigantescos navios ancorados no porto impressionam e as casas as margens da baía também. Quando chegamos na Ocean Drive não achamos nada de mais. Na verdade achei que a praia seria magnífica, mas apesar da água ter uma coloração incrível nada mais me chamou a atenção. Acho que pra curtir mesmo a praia você tem que ficar em algum dos hotéis que ficam a beira mar. Nem um calçadão pra passear pela orla?? Nem um lugar pra estacionar o carro? Desculpem os que amam Miami mas achamos muiiiiito sem graça. Até demos mais umas voltas por ali pra ver se a empolgação surgia mas não teve jeito.

Olha o tamanho do navio!! Tinha uns 10 desses por ali
Olha o tamanho do navio!! Tinha uns 10 desses por ali
A cor da água é maravilhosa, mas a praia é meio sem graça
A cor da água é maravilhosa, mas a praia é meio sem graça
Muito desestimulante ter que passar por esses corredores pra chegar até a praia
Muito desestimulante ter que passar por esses corredores pra chegar até a praia

Frustrados, partimos afogar nossas mágoas no templo da perdição: o Sawgrass Mills. Na verdade esse outlet gigantesco não fica em Miami e sim em Fort Lauderdale, mas não é muito longe dali. Quando chegamos já era umas 17h30 e resolvemos nos separar para não perder tempo. Marcamos de nos encontrar novamente às 19h e resolver o que faríamos a partir dali. Acho que nesse dia a gente não tava muito inspirado porque na hora marcada tava todo mundo  já tava querendo ir embora. O outlet e gigantesco e não conseguimos andar nem em um terço dele mas como resolvemos que íamos voltar para Orlando ainda aquela noite e saímos de lá com algumas poucas sacolas (o que era raro quando entrávamos em algum outlet, lembrando que na época o dólar estava muiiiiiiiito mais barato que hoje em dia).

Você ama ou odeia Miami? Conta pra gente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *