Bo-Kaap, Table Mountain e Lion´s Head, cores e montanhas na Cidade do Cabo

A cidade do Cabo geralmente é comparada com o Rio de Janeiro mas não vi muitas semelhanças entre elas não. Uma coisa que a gente não pode negar é que ambas sã lindas e tem muitas belezas naturais para explorar. No nosso segundo dia de bateção de perna por lá fomos conhecer o bairro Bo-Kaap, a Lion´s Head, a Table Mountain e ainda fechamos o dia com um entardecer em Signal Hill.

Bo-Kaap – o bairro colorido

Demos sorte que o clima melhorou e o sol deu o ar de sua graça. Para aproveitar bem o dia, seguimos cedinho para o bairro Bo-Kaap. Antigamente o local era moradia de escravos, trazidos pelos holandeses de diversas partes da África. Mais tarde, se instalaram ali alguns muçulmanos que transformaram a cara da região. Se você quiser conhecer um pouco da história do bairro pode visitar o Museu de Bo-Kaap. O museu só abre às 10h então, se você madrugar como a gente, vai bater com a cara na porta.

Hoje, o maior atrativo da região são as casas coloridas. São diversas casinhas, pintadas com cores vibrantes, que dão um charme especial ao local. A rua principal é a Wale St, mas você também acha casas coloridas nas ruas próximas, como a Rose St. O bom mesmo é dar umas pernadas pelo bairro e encontrar o melhor ângulo pra uma foto. Aos pés da Signal Hill e com a Table Mountain de fundo tenho certeza que vai conseguir imagens ótimas.

Um dia normal em Bo-Kaap será assim, com carros atrapalhando a foto.
Um dia normal em Bo-Kaap será assim, com carros atrapalhando a foto.
As cores de Bo-Kaap são lindas.
As cores de Bo-Kaap são lindas.
Guardadores de carro simpáticos em Bo-Kaap.
Guardadores de carro simpáticos em Bo-Kaap.
Subindo a Lion´s Head

Depois de visitar o bairro Bo-Kaap fomos direto para a Lion’s Head. Deixamos o carro na base da montanha e começamos a subir. No início é bem fácil pois há um caminho bem delimitado e tranquilo. O negócio vai ficando um pouco mais difícil quando você chega nas pedras, mas não precisa se preocupar, nada nível hard. Aproveite a caminhada para apreciar a vista da cidade e os bichinhos que você encontra por ali. A gente tinha duas opções de trajeto, ir até o topo ou procurar a Wally’s Cave. Escolhemos o segundo. Essa caverna fica na face virada para a Table Mountain e nos renderia fotos lindas, se a tivéssemos encontrado.

O caminho até lá é não oficial. Depois de se deparar com uma escada na montanha você deve ignorá-la e pegar o caminho à esquerda (ignorando também a cerca de arame farpado que certamente está ali pra que você não ultrapasse). Depois disso a gente teria que seguir o caminho de baixo, mas acho que acabamos descendo muito e não achamos a tal caverna. Uma pena! Apesar disso, paramos para descansar em outra pedra que também tinha uma vista linda. Não quisemos voltar pelo mesmo caminho que viemos e resolvemos encarar a descida íngreme. Esse trajeto foi mais radical e bem mais rápido que a subida, mas a atenção teve que ser redobrada. Contando a subida e a descida ficamos em torno de 1h30 por lá. 

A maior parte do caminho subindo a Lion´s Head será assim.
A maior parte do caminho subindo a Lion´s Head será assim.

Camps Bay, vista de cima da Lion´s Head.
Camps Bay, vista de cima da Lion´s Head.
Não achamos a Waaly´s Cave, mas que precisa dela com essa vista linda?
Não achamos a Wally´s Cave, mas que precisa dela com essa vista linda?
A Table Mountain sem neblina

Nosso próximo destino era a Table Mountain. Com mais sorte que o dia anterior ela estava totalmente exposta, sem nenhuma nuvem pra atrapalhar. Deixamos o carro no primeiro estacionamento e subimos com o ônibus do parque, que é gratuito e passa a cada 10 minutos. Não ia rolar fazer a trilha, por causa da falta de tempo, então subimos com o bondinho mesmo. O percurso demora 3 minutos. A cabine é giratória então não precisa se preocupar que você vai conseguir olhar para todos os lados. Quem tem medo de altura terá problemas aqui pois parece que a subida nunca acaba. Lá em cima não podia ser melhor, você consegue ver toda a cidade e também a praia de Camps Bay.

A montanha não é chamada de montanha da mesa a toa, o seu planalto a 1084 m de altitude tem 3 quilômetros de extensão. Se você olhar pra ela a partir da cidade consegue perceber que é retinha em cima, como uma mesa, por isso o nome.

Lá em cima há várias trilhas que podem ser exploradas e você pode ficar, literalmente, a beira do precipício se quiser. Mesmo sendo um destino muito visitado pelos turistas você vai poder passear com calma por lá, pois as pessoas ficam bem espalhadas. Preste atenção nos animais e na vegetação de lá. São diferentes do que estamos acostumados. Assistir o pôr só sol lá de cima deve ser incrível.

Quando for visitar, fique atento as informações disponíveis no site oficial do parque. Por causa do vento muitas vezes o bondinho fecha e você pode perder a viagem. Os ingressos valem por até 7 dias da data escolhida, então se comprou ingresso para um dia que o teleférico estava fechado não se preocupe. Você ainda terá 6 dias para poder utilizá-lo.

Aí a gente já tava na metade da subida para Table Mountain.
Aí a gente já tava na metade da subida para Table Mountain.
Dassies, eles estão em todo canto.
Dassies, eles estão em todo canto.
Vista linda de cima da Table Mountain
Vista linda de cima da Table Mountain
Plantinha da Table Mountain.
Plantinha da Table Mountain.
Mais plantinha.
Mais plantinha.
Mesmo com sol a visibilidade de cima da Table Mountain não era aquela beleza.
Mesmo com sol a visibilidade de cima da Table Mountain não era aquela beleza.
O que mais você pode fazer na Table Mountain

Além de fazer o basicão, que é subir com o teleférico, dar uma voltinha e descer, você tem outras opções para explorar a montanha.

  • Você pode fazer uma caminhada guiada, de graça, saindo do Terraço dos 12 Apóstolos (embaixo do café). Isso acontece diariamente das 9h ás 15h.
  • Você pode fazer trilha. Há 3 trilhas saindo direto da estação do teleférico. Assim que subir a montanha você pode escolher uma delas e se aventurar tentando decifrar as mais de 1460 espécies diferentes de vegetação. Não esqueça de calcular um tempo razoável para poder chegar lá embaixo com segurança e ainda de dia. Não queremos ninguém perdido nas montanhas.
  • Para os mais aventureiros há a possibilidade de fazer Rapel na Table Mountain. Você encararia 1084 metros de descida com uma corda?
Entardecer na Signal Hill

A Signal Hill fica logo ao lado da Lion´s Head e é de la´que são disparados canhões ao meio dia (menos domingos) que podem ser ouvidos de quase toda a Cidade do Cabo. Essa é uma tradição ainda mantida nos dias de hoje. Antigamente o canhão era disparado para que as pessoas na cidade pudessem acertar seus relógios.

É aqui também que fica o ponto de encontro da galera pra assistir ao ao pôr do sol. É grande a quantidade de gente que passa as últimas horas do dia por aqui. Como o lugar geralmente enche, você terá que chegar um pouco cedo se quiser escolher lugar. Eu quis fazer um Time Lapse da Table Mountain (que ficou bem ruim por sinal), então nós não vimos o sol se por no mar, mas deve ser lindíssimo. Lá de cima você ouvirá as orações das mesquitas que estão logo abaixo, no bairro Bo Kaap. É um passeio grátis que vale a pena fazer.

Começando a anoitecer em Signal Hill.
Começando a anoitecer em Signal Hill.
Pier Victoria e Albert visto da Signal Hill.
Pier Victoria e Albert visto da Signal Hill.

Informações Práticas

Bo Kaap

Ingressos: Só é preciso ingresso se quiser visitar o museu. Custa R50 para 2 adultos e 2 crianças (jan/2018)
Onde fica: Rua Wale, Cidade do Cabo

Lion´s Head

Ingressos: não é necessário. Você pode subir a montanha de graça.
Onde fica: deixamos o carro na Signal Hill Road, num estacionamento na rua mesmo. Para localizar é só digitar Lion´s Head Parking no Google Maps. Prepare alguns trocados para os guardadores de carro.

Table Mountain

Ingressos: Podem ser comprados na hora ou online nesse site.
Quanto custa: os valores variam de acordo com o horário da visita e época do ano. O mais caro que encontramos é R305 (adulto) R145 (criança) para ida e volta e R180 (adulto) e R100 (criança) só ida ou volta (jan/2018).
Onde fica: Tafelberg Road. Se você quiser ir de ônibus, tem que pegar o 104, descer na estação Kloof Nek. Depois você terá que pegar o ônibus 110 que leva até a entrada do parque. O ponto fica bem no início da Tafelberg Road, no primeiro estacionamento. Se estiver de carro pode parar nesse primeiro estacionamento e também pegar o ônibus (foi o que fizemos) ou seguir até o estacionamento que fica na entrada do parque.
Rapel: informações no site da Abseil Africa

Signal Hill

Ingresso: não é necessário 
Onde fica: No final da Signal Hill Road.


Gostou desse post? Dá um pin nele no Pinterest

Bondinho da Table Mountain visto de baixo
Table Mountain e outras montanhas da Cidade do Cabo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *