Bloukrans Bridge e o salto do maior Bungy Jump de ponte do mundo

Não me lembro muito bem, mas acho que omiti da minha mãe que saltei do maior Bungy Jump de ponte do mundo. Sei que ela vai ler isso então, desculpa mãe!!! Estou bem, viva e com menos um afazer da minha listinha de experiências pelo mundo. Posso te garantir que a empresa nunca teve nenhum acidente em anos de funcionamento. Segundo eles, todos voltaram vivos para contar a história. Eu fui uma delas. Então vou contar essa história.

Descobri o Bungy, e agora?

Naquela eterna pesquisa que eu faço antes de uma viagem, descobri o tal Bungy Jump de ponte na África do Sul. Ele não era qualquer um, era o maior do mundo pulando de uma ponte. Sabe aquela voz que fica martelando na sua cabeça? Vai, não vai, vai, não vai… Comentei com o Diego e ele até me incentivou, mas disse que passava a vez. Fiquei com aquilo na cabeça. É engraçada a sensação que a gente tem quando pensa em uma aventura louca como essa. Eu chegava até a ter frio na barriga, só de imaginar. Depois de toda essa “briga” mental resolvi que ia encarar o desafio.

Bloukrans Bridge e Face Adrenalin

A famosa ponte é a Bloukrans Bridge que tem 216 metros de altura. Ela fica sobre o Storms River, na cidade de mesmo nome e não dá pra fazer bate e volta da Cidade do Cabo ou Joanesburgo, que são as cidades mais visitadas. Se você for fazer a Rota Jardim a ponte fica no meio do seu caminho, então é mais fácil encaixar no roteiro. Nós dormimos em Plettenberg Bay, que fica a 38,4 km do salto. Outras opções são Porto Elizabeth, que fica a 198 km, ou a própria cidadezinha de Storms River.

O salto é feito com a empresa Face Adrenalin (encare a adrenalina). Nome bem sugestivo né? Você até pode deixar pra decidir se salta ou não depois de chegar lá e ver a ponte, mas é arriscado não conseguir horário. Se você já estiver decidido o melhor é reservar pelo site. Existem horários de meia em meia hora das 09h às 17h.

Vista área da Bloukrans Bridge
Você teria coragem?
Foto: Face Adrenalin

O dia do salto

Inexplicavelmente eu estava mais tranquila na manhã do salto do que ficava quando apenas imaginava a situação. Quando eu cheguei até o local e vi a ponte o frio na barriga começou a voltar, mas não tinha mais como fugir. Meu salto era às 11h. Você terá que apresentar seu voucher e se pesar antes de colocar a parafernália toda que vai evitar que você caia de cabeça no rio. Depois disso você vai fazer uma fila com os outros loucos que resolveram pular. Nessa parte tive que dar tchau pro Diego pois ele não pôde ir comigo até a ponte. Na verdade até pode, mas você tem que pagar por isso. Me achei corajosa o suficiente para ir sozinha e ele ficou preparado para tirar fotos.

Eu e a placa que diz que esse é o maior Bungy Jump de ponte do mundo.
Tá escrito aqui que é o maior. Eu acredito!

Recebemos algumas instruções antes de entrar na ponte e seguimos para o meio dela por uma passarela vazada que permite que você veja o tamanho da encrenca em que você se meteu. Algumas fotos das caras de desespero e começa a brincadeira. Por sorte não fui a primeira. Acho que nessa hora a adrenalina era tão grande que eu nem lembro direito a sequência dos fatos. Sei que primeiro fiquei do lado direito e prederam alguma corda eme mim. Depois me passaram para o lado esquerdo onde eles amarraram os meus pés. O cara até soltou um Muito Louco quando disse que era brasileira. Mais alguns momentos de tensão e eles me carregaram até a beiradinha da ponte. Nem deu muito tempo de olhar pra baixo e eles começaram a contagem.

 

Galera reunida antes do salto com a Face Adrenalin
Malucos reunidos antes do salto
Olha eu lá!! Começando a me perguntar que diabos eu fui fazer.
Olha eu lá!! Começando a me perguntar que diabos eu fui fazer.
Funcionário da Face Adrenalin amarrando minhas pernas para o Bungy Jump
Sabem o que eu estava pensando? Moço, amarra direito esse negócio.
Eu rindo de desespero nos preparativos finais
Eu tô rindo, mas com certeza é de desespero.

3,2,1 BUNGY!!!!!

Eu juro que eu pulei com todas as minhas forças. Naquele momento eu devia estar bem fraquinha pois caí com as pernas dobradas e perto da ponte. A sensação de queda livre reflete as palavras que o cara que amarrou as minhas pernas aprendeu: é muito louca!! Eu não sei dizer se gostei desse momento ou não. Só sei que eu berrei até que a corda esticasse ao máximo e me jogasse para cima de novo. Isso sim é muito bom. Parece que você está flutuando. Só deu tempo de olhar pra baixo e pros lados e logo o resgate chegou. Eles te prendem a uma nova corda e te puxam pra cima. O Roy, quem me resgatou, disse que da próxima vez eu tenho que saltar de costas. Será que eu tenho coragem?

Na ponta da ponte. Sem volta.
No way back!!
Me agachei para pular
Prepara….
Pulei da Bloukrans Bridge
PULA!!!! Socorrooooooooo
Eu em queda livre
A queda livre é maravilhosa!
Curtindo o balanço de cabeça para baixo.
Curtindo o balanço. Estilo morcegão.
Iô-Iô humano
Iô-Iô humano

E você tem coragem? Quem sabe assistindo ao vídeo você decide.

Informações Práticas

Como agendar o salto: diretamente no local ou pelo site da Face Adrenalin. É recomendado agendar pelo site para não correr o risco de ficar sem saltar por falta de vaga.
Quanto custa: R990 (janeiro/2018)
Como chegar:
Fotos e Vídeo: Tudo é fotografado e filmado. Se você quiser pode comprar esses arquivos logo depois do salto. Eu comprei apenas o vídeo por R310 pois as fotos eram cortesia para quem tinha agendado pela internet. Não vi mais essa promoção no site. Você também recebe um certificado.
Mais informações: Face Adrenalin

Gostou desse post? Dá um pin nele no Pinterest e compatilha com os amigos

Já pensou em pular do maior Bungy Jump de ponte do mundo? A gente foi e te conta qual a sensação e tudo que você precisa saber pra pular também.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *