Amsterdam | Red Light District e Coffee Shops

Amsterdam é a terra da doidera. Pelo menos era assim que eu pensava antes de ir pra lá. Mulheres se oferecendo nas vitrines e muita gente doida pulando de coffee shop em coffee shop. Pode até ser que você encontre alguns chapadões pelas ruas, mas na maior parte do tempo vai andar tranquilamente sem nem enxergar nada.

A prostituição é legalizada na Holanda então essa história de as mulheres ficarem se oferecendo em uma vitrine é verdade sim. Mas não pense que é em todo lugar. A maioria das cidades da Holanda tem o seu Red Light District (Distrito da Luz Vermelha) e é ali que tudo acontece. As vitrines na verdade são as janelas das “casas” das prostitutas e elas ficam ali competindo umas com as outras em busca de clientes. É mais provável que você consiga vê-las durante a noite mas nós estávamos passeando por alguns canais e levamos um susto quando uma velha bem acabadinha de lingerie bateu no vidro para nos chamar a atenção em plena luz do dia. Quase morremos de rir depois. Em Amsterdam o Red Light District fica no bairro De Wallen, ao redor da Oude Kerk (Velha Igreja). O bairro é aparentemente seguro então você pode passear por lá tomando os mesmos cuidados que tomaria nos outros pontos da cidade. Só não fotografe as meninas nas vitrines senão vai arranjar encrenca.

No Red Light District ainda vazio.
No Red Light District ainda vazio.
Começando a anoitecer
Começando a anoitecer

Pode ter certeza que você dará muitas risadas a não ser que você seja uma namorada/esposa muito ciumenta ou o marido dessa mulher. As “garotas da vitrine” fazem de tudo pra chamar a atenção dos homens ou do casal. E os turistas piram com essa liberdade toda. Quando passamos por ali tinha um homem saindo de um coffee shop totalmente bêbado com um macacão ridículo que só cobria “as partes”. Foi divertido. No entorno há vários sex shops e até uma loja só de camisinhas, a Condomerie. Vai que você quer levar uma lembrança pra casa.

E os coffee shops?? Posso mesmo fumar maconha lá? Pode sim. Mas cuidado, não é permitindo sair usando drogas em qualquer lugar e se a polícia te pegar com uma quantidade superior a 5 gramas você vai em cana. Você pode querem saber se a gente fumou né? Não, pra falar a verdade nem entramos em um coffee shop. Nesse ponto me considero bem careta e não tive a menor vontade de experimentar, mas posso garantir que tem muita gente que fuma. Passamos em frente ao Yellow Mellow e quase não conseguimos enxergar as pessoas lá dentro de tanta fumaça. Pena que não consegui tirar uma foto. Se você vai pra lá com essa intenção vá com calma e cuidado com outras drogas que podem surgir no caminho. Vimos vários alerta de turistas que haviam morrido por cheirar heroína branca vendida como cocaína.

Museu da maconha, história da maconha, você até pode escolher em qual quer entrar.
Museu da maconha, história da maconha, você até pode escolher em qual quer entrar.
Vai uma balinha de maconha aí?
Vai uma balinha de maconha aí?

E pra quem tem curiosidade mas não quer ir para as vias de fato pode experimentar balas, pirulitos ou chás de maconha que são vendidos em diversas lojas pela cidade.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *