Amsterdam | As cervejarias

No post anterior falamos de prostituição e drogas (leia aqui) e hoje vamos para um assunto mais leve: cervejas. O Brasil hoje está sendo invadido pela onda de cervejas artesanais mas essa já é uma prática recorrente em outros países, inclusive a Holanda. Quem vai para Amsterdam quase que se obriga a passar pela fábrica da Heineken, seja por vontade própria ou para não ficar com vergonha dos amigos na volta quando contar que não foi. Conosco não foi diferente, batemos cartão na fábrica famosa mas também visitamos duas outras cervejarias bem menos conhecidos e na minha opinião muito mais legais.

Bom, vamos começar pela popular: Heineken Experience. Você pode agendar sua visita pelo site (aqui) ou comprar o ticket na hora. No dia que fomos não haviam grandes filas portanto não houve muita diferença na compra antecipada. A visita mistura momentos de história com atividades mais atuais como baladinhas e cinema 4D. Tudo começa com a história da cervejaria, a evolução das garrafas e uma pequena explicação de quais são os ingredientes que fazem uma boa cerveja. Dali passamos para o local mais legal na minha opinião, os tonéis onde as cervejas eram feitas. O lugar é lindo, uma verdadeira obra de arte. Passando desse ponto a experiência começa a ficar um pouco mais moderninha. Vamos para um cinema 4D que simula todo o processo de produção da cerveja e você acaba “engarrafado” no final. Você passa também por uma degustação de cerveja e chega a uma espécie de baladinha com alguns jogos interativos. As paredes de garrafas são incríveis. Ao fim da visita mais degustação, agora bem no estilo barzinho. Na saída ainda tem aquela lojinha básica pra quem não consegue resistir a tentação. Até achei legal a visita, mas saí de lá sentindo que falta alguma coisa.

Fachada da antiga fábrica da Heineken
Fachada da antiga fábrica da Heineken
A parte mais bonita do passeio, adorei esses tonéis
A parte mais bonita do passeio, adorei esses tonéis
Parede de garrafas. E ainda tinha jogo de luzes
Parede de garrafas. E ainda tinha jogo de luzes
Não era fábrica da Colgate mas os dentes ficaram branquinhos.
Não era fábrica da Colgate mas os dentes ficaram branquinhos.
Ao final, degustação ao estilo barzinho
Ao final, degustação ao estilo barzinho

A outra cervejaria que visitamos em Amsterdam tem um nome que até hoje acho difícil de falar: IJ Brouwerij (segundo o Google Tradutor é “Ai Brauraei”). Ela fica estrategicamente localizada em um dos maiores símbolos da Holanda, o moinho. Se você procurar por um moinho em Amsterdam caíra lá sem fazer esforço, é o Molen de Gooyer. O lugar é bem bacana. Você pode pedir uma tábua de degustação dos tipos de cerveja e pra acompanhar  alguns aperitivos. O lugar é simples mas legal e a experiência é muito mais verdadeira que a Heineken Experience. Se quiser você pode visitar o processo de fabricação da cervejaria as sextas, sábados e domingos (mais informações aqui).  Ah!! E pra quem gosta de decoração, tem uma parede cheia de garrafas de cerveja que ficaria legal em qualquer churrasqueira.

Moinho e cerveja, quer mais típico que isso?
Moinho e cerveja, quer mais típico que isso?
Tábua de degustação de cervejas e um salaminho pra acompanhar
Tábua de degustação de cervejas e um salaminho pra acompanhar
Vai dizer que uma parede dessas não ia ficar massa na sua churrasqueira?
Vai dizer que uma parede dessas não ia ficar massa na sua churrasqueira?

A última cervejaria que vistamos não fica exatamente em Amsterdam, mas na cidade de Harleem, nos arredores. O mais curioso dela é que fica em uma antiga igreja. Achou estranho? Nós também, mas isso é mais do que normal por lá. Antigas igrejas são reformuladas e servem para qualquer outro tipo de atividade, inclusive bares. O nome da cervejaria é Jopen  e seu slogan é “uma divina cerveja artesanal”. Nada mais justo né? Logo de cara sentimos um cheiro forte que eu não sei exatamente se era lúpulo ou cevada (ou nenhum dos dois) pois não sou a mais entendida de cervejas, mas era característico. A cerveja era boa mas o lugar nos chamou muito mais atenção. Vitrais, tapeçaria nas paredes, tonéis de cerveja e uma sala restrita na antiga sacristia compõem a excentricidade e beleza do local. Valeu a pena gastar um pouco a sola do sapato atrás desse lugar tão incrível.

Igreja? Já foi, mas agora é cervejaria
Igreja? Já foi, mas agora é cervejaria
Uma divina cerveja!!!
Uma divina cerveja!!!
Em cima restaurante, embaixo bar.
Em cima restaurante, embaixo bar.
Clara ou escura? Qual você prefere?
Clara ou escura? Qual você prefere?
A sala privada para reuniões na antiga sacristia. Foto divulgação do site www.jopenkerk.nl
A sala privada para reuniões na antiga sacristia. Foto divulgação do site www.jopenkerk.nl

E você, conhece alguma outra cervejaria marcante da Holanda? Conta pra nós.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *